sexta-feira, 12 de maio de 2017

Fish, o “Peixe” da Linha de Comando

Shells ou interpretadores de linha de comando são linguagens especializadas e de domínio específico que implementam um modelo exclusivo.  

 As shells de sistemas operacionais são baseadas em textos e fornecem uma interface para o usuário. Também é possível encontrar shells para interface gráfica com o usuário e shells para linguagens de programação, como Python Shell. A ideia de shell também foi aplicada pelo Google no seu browser, através de um front end web chamado “Goosh”. Ela permite procurar no modo texto, utilizando comandos como “search”, “more” e “go”.

As shells podem oferecer diferentes recursos, mas todas elas implementam ideias principais que foram desenvolvidas a décadas passadas.
Ken Thompson (Bell Labs) desenvolveu a primeira shell para Unix em 1971. Era chamada de shell v6. Essa shell era um programa executado fora do Kernel.

 Em 1977, foi criada por Stephen Bourne, para Unix V7,  a Bourne Shell. A Bourne introduziu loops, fluxos de controle e variáveis nos scripts. Desta forma ela proporcionou uma interação melhor com o sistema operacional. Essa shell continua sendo útil até hoje. 

 Além de ser um passo a frente de suas antecessoras, a Bourne shell serviu de base para diversas shells derivadas, das quais muitas são usadas hoje em sistemas operacionais linux.
O Emmi Linux 2.0 - Rayssa, utiliza o Fish (Friendly Interactive Shell), que começou a ser desenvolvido a partir de 2005, pelo programador sueco  Axel Liljencrantz.
É um shell que tenta ser mais interativo e produtivo, com destaque para sua sintaxe que não deriva do Bourne e nem do shell C, o que, segundo os desenvolvedores, o torna exótico. 
O Fish tem  auto sugestões automáticas com base no histórico e no diretório atual. Este recurso é semelhante aos navegadores web, possibilitando o usuário obter feedback contínuo ao escrever a linha de comando e poder selecionar sugestões com as teclas de seta ou pressionar o “tab” para uma conclusão de tabulação.  
Faça o download da ISO do Emmi Linux e aproveite para testar o Fish no seu desktop.

Fonte:

 

 
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © Blog Emmi GNU/Linux